Arquivos do Blog

Me despedindo aos poucos….


Aos poucos vou me despedindo de tudo.
Vou caminhando pelas ruas aqui de Porto Alegre, pensando que talvez eu não volte mais a pisar nelas, que não irei mais com meus amigos para a Redenção, muito menos pra Cidade Baixar tomar uma cerveja, que não receberei mais ligações me convidando pra sair, pra dormir na casa de alguém, ou de sair por ai ou até de ir se encontrar na esquina aqui de casa pra conversar.

Vou caminhando por aqui, olhando tudo ao meu redor, mesmo que isso me traga uma certa tristeza, mas trás também um certo alivio, um certo prazer, e eu acabo sentindo que eu estou fazendo a escolha certa. Durante muito tempo pensei muito mais nos outros do que em mim, e sempre acabei deixando meus planos de lado, mas dessa vez não vou me permitir isso, eu vou fazer o que eu realmente tenho que fazer, que eu realmente desejo, que mesmo que entristeça uns e ao mesmo tempo eles se alegram por isso, eu realmente quero ir embora,
viver uma nova vida. Se eu pudesse eu levava alguns de vocês, meus verdadeiros amigos, comigo pra sempre, pra viver comigo essa nova vida que eu to prestes a ganhar.

Eu vou caminhando aqui, dando um certo tchau pra tudo, pra poder dar um Oi pra tudo que vem vindo. Quero sair daqui de coração “vazio”, sem tristeza, sem magoas, me sentindo feliz, sabe? Eu preciso me sentir feliz por completo e acho que essa mudança pode me trazer essa felicidade que eu quero tanto encontrar…pode ser que não seja lá, mas eu tenho muita esperança que seja.

Já me disseram que é a melhor coisa pra fazer, que se eu quero vida nova, amores novos, conhecimentos novos, eu to indo pro lugar certo, e acho que uma das certezas que eu sinto é que eu to fazendo a coisa certa dessa vez, e nada vai me atrapalhar pra que isso aconteça, nada. Talvez as pessoas realmente nao saibam como eu me sinto, o que eu penso e o que eu quero, porque pra muitos eu to sempre ótimo, sempre feliz e que nada estraga isso, mas confesso que a realidade é diferente, e que eu sou como uma grande maioria da população que nãos se sente feliz o tempo todo. Eu não quero me contentar com poucas coisas, não quero trabalhar em algo que eu não curta, não quero ter que viver como se eu fosse uma maquina programada, eu quero viver e me aventurar como eu acho que tem
que ser. Como diz uma amiga minha: – Fabian tu nasceu pro mundo. E realmente eu sempre achei isso, e agora vou confirmar isso, passei meses desejando ir morar longe daqui, muitos cansaram de ouvir que eu queria ir pra Barcelona, mas sempre ficou só no falar, mas agora é decisivo, eu vou, não pra Barcelona, mas pra um lugar diferente e que eu jamais pensei em ir  que é Sydney. E hoje, depois de muito pesquisar sobre lá, me sinto encantado demais.

Eu tenho que agradecer a minha mente, ao meu coração, e tudo que tem acontecido comigo, porque se nao fosse essas coisas eu ainda estaria na mesma, e nao teria tomado essa decisão de ir embora. Não vou mentir pra ninguem e não vou esconder que um dos motivos que eu to indo é pra esquecer as magoas que eu vivi por aqui, sei que muitos vão dizer que é coisa de covarde fugir das coisas, mas é o que é melhor pra mim. Muitos vão dizer que isso vai acontecer la também, mas eu to preparado pra isso também, mas como eu disse antes, é uma vida nova, é tudo novo, e é disso que eu realmente preciso.

E sabe, quero ainda dar mais uns passos por aqui, viver o que tem pra viver aqui, andar com quem realmente se importa comigo e que vai com certeza fazer uma falta absurda nos meus dias. Mas né, tudo tem seu preço, e esse vai ser o meu, ficar sem ao meu lado as pessoas que eu realmente amo.

Enfim, vou caminhando por aqui, porque quando menos eu perceber, nao estarei mais caminhando aqui e sim voando pra lá!

E pra finalizar, uma musica para os meus amigos de ♥ (com legenda pra ficar mais facil de entender :p)