Mais pensamentos.


Mais uma vez to aqui escrevendo…São 02:45 da manhã, eu acordo as 7:30 pra ir trabalhar, o sono ta chegando, mas a minha vontade de escrever aqui ainda é maior…

Sabe quando tu fica parado pensando na vida e acaba sentindo que ta faltando coisas, sentimentos, e tudo mais? Pois é, to assim. As vezes sinto falta de dormir de conchinha, de esperar ansioso por uma ligação, ficar feliz ao receber uma mensagem…Falta de ir dormir e ouvir: – te amo amor! Boa noite e sonha comigo!, saudade de ouvir te amo do nada, de receber beijos e abraços aleatoriamente e de surpresa…Saudade dessas coisas que eu ja não sinto digamos que a mais de 2 anos…Confesso, que até me acostumei com isso, que as vezes sinto que eu tenho uma barreira em mim que não me faz sentir encantando com as pessoas, nem sei se é medo ou receio de alguma coisa, ou um medo talvez de magoar alguem, e isso me deixa assim, sozinho..

Mas ok, apesar disso, eu sou um cara positivo, afinal, como muitos dizem por ai, positividade atrai positividade, e é o que eu to fazendo, atraindo positividades na minha vida, nas minhas escolhas…

Esse ano vai ser um ano e tanto…Mil coisas pra resolver, monografia pra escrever, formatura, preparativos pra viagem, mil papeladas, vai ser um ano meio estressante porém muito recompensador…mas to contando os dias pra acabar! Na realidade só to contando os dias mesmo é pra ir viajar…

Bom, acho que eu vou dormir, queria escrever mais, mas amanhã eu escrevo…

…e pra terminar vou por foto de uma futura universidade la da Espanhã que é uma das selecionadas por mim e que tem pós-graduação interessantes na minha area profissional e pessoal…Quando vê posso estar estudando nela, pq não? apesar que tem outras tão interessantes quanto.

;*

Coisas de domingo.


 

Hoje foi um daqueles dias que eu nem queria mais estar aqui. Não sei porque mas as vezes eu não consigo nem olhar pra algumas pessoas ou ler algumas coisas que eu já fico meio que com um certo nojinho sabe, mesmo que a(as) pessoa(as) nunca me tenham feito nada, mas sei lá, vai que isso é um sinal não é mesmo?

Domingo sempre é tão deprimente. Eu odeio domingo, depois das 20 horas, porque né, ta quase chegando na segunda, e só de pensar que eu tenho que trabalhar amanhã já me da uma vontade de dormir e acordar só na  sexta, mas ok, eu não odeio meu trabalho nem nada, só estou com uma certa preguiça extra de ter que ir trabalhar amanhã.

Na realidade, eu queria mesmo era não estar aqui, sentado na minha cama, escutando musica. Eu queria mesmo era estar en mi nueva habitacíon, en una ciudad, en otro país, con nuevas sensaciones, nuevos deseos, mirando solo cosas diferentes, donde una mirada fuiste siempre una novidad…Sim, eu to precisando de tudo novo, preciso me renovar, mas acredito que por aqui, vai ser praticamente sempre a mesma coisa. Tudo bem, falta pouco, pra quem ta esperando ja faz tempo, um ano passa rápido, depois só alegria (não que vai ser facil a vida fora daqui, afinal, aqui eu to acostumado com tudo e lá no voy estar acostrumbado con nada, voy tener miedo, voy cometer errores, pero todo será para mi aprendizaje, pero creo que voy que me sentiré muy feliz con todo lo que vá a suceder.

Não vejo a hora de mudar de ares, sentir el cambio…

Quiero me despertar en el invierno e mirar esta paisaje cuando salir en la calle…

Quiero salir por la noche, donde las calles son limpias y tiene seguridad… y no tenga miedo de salir y ser asaltado, robado…y si solo aprovechar.

Y en el verano!! Ay el verano! Quiero playa encantadoras, que me hacen brillar los ojos con tanta belleza…

…o solo quedar en una plaza disfrutando el tiempo…Escuchando unas canciones, o tal vez dando un beso en un nuevo amor ..quien sepas? Smiley piscando

Bueno, en un año así será mi nueva realidad.

Agora, deixa eu voltar pra minha realidade atual.

Bom, agora só me resta aproveitar o que tem pra aproveitar aqui em Porto Alegre, terminar a faculdade (ainda bem que é o ultimo ano…) e eras isso, depois disso, VIDA NUEVA!

Beijos.

Pensando demais, como sempre.


Essa semana eu to pensando demais, pensando demais na vida, demais nas coisas que eu tenho que fazer, nas coisas que eu quero, nas coisas que eu tenho vontade, nas coisas que estão acontecendo… e acabo tendo sempre mais de uma opinião pra tudo, o que me deixa meu confuso até, mas eu ter essas confusões mentais nem é novidade pra ninguém aqui, não é verdade?

Acho que eu to me sentindo meio incompleto ultimamente. Sabe quando tu acorda e tu não tem algum motivo a mais pra se sentir feliz? Tô me sentindo um robozinho na realidade, acordo, me arrumo, vou trabalhar, volto pra casa, e sempre sem vontade (ok, essa semana eu ando meio sem paciência pra essa rotina chata), as vezes a única coisa que eu quero é me deitar e dormir e acordar no outro dia e assim vai, até que aconteça algo realmente motivador pra me “despertar” coisas boas de novo, mas ok, pelo menos esse mês não teve nada de ruim, e apesar disso, to tendo um ótimo inicio de ano, mas ainda quero que 2011 seja O ANO.

Em questão de sentimentos eu nem preciso comentar, porque é visivel que eu continuo na mesma, não conseguindo me sentir encantado pelas pessoas, mas como eu falei, isso não é novidade pra ninguém aqui, mas vamos deixar o ano seguir e ver se isso não muda e novidades vem por ai, não é mesmo?

Preciso urgentemente ir na PUC e pegar mil livros pra ler, afinal, preciso começar a escrever minha monografia, mas quem disse que eu também to com vontade disso? Pois é…

Pelo menos no final de semana tem festa boa. E me divertir e rir vai ser a solução.

É isso.

Então chegou 2011.


 

Enfim, terminou 2010 e chegou 2011. Acredito que 2010 não foi o melhor ano pra muita gente, foi um ano cansativo, achei um ano chato, não foi um ano para relacionamentos, faculdade já tava chata (na real tava insuportável, que não dava nem vontade de ir pra lá), descobri que projeto de pesquisa é uma cadeira extramente chata de fazer, ok, na real qualquer cadeira de pesquisa, seja ela qualitativa ou quantitativa..

Descobri que amizades verdadeiras cada dia que passam ficam mais verdadeiras, e que algumas amizades que pareciam ser de verdades, se perderam pelo fim de 2010, mostrando a verdadeira face, e descobri que eu tenho que acreditar muito mais em mim.

Ok, o ano de 2010 não foi total ruim…Por mais que eu queria que ele tivesse sido diferente e não foi, pelo menos acabou tudo dando certo ou ao menos pareceu dar certo. Na questão de amizade, pelo menos o ano foi de grande recompensa, fortaleci minhas amizades e acrescentei alguma mais, mas uma em especial, que antes eu nem ia com a cara da guria e hoje sinto um enorme afeto e carinho por ela sem tamanho!

2010 me fez sentir saudades. Me fez sentir saudades de pessoas que ficaram longe (né Bruh?!), me fez sentir falta de desejos, de anseios, e de mil coisas mais.  2010 me fez sentir também muito amor pelo meus amigos, já que o ano não foi nada bom para ter relacionamento, pelo menos eu tive, durante o ano todo os amigos mais queridos e perfeitos que eu poderia ter!

2010, passou rápido e devagar ao mesmo tempo. Talvez aquele lance de esperar o tempo passar, realmente faz a gente ter a percepção que o tempo demora mais mesmo, conta os dias pra acabar as aulas, fazia parecer que não iam acabar nunca. Mas quando vi, tava no final do ano, mil idéias para o outro ano, mil medos, mil planos…o que fazer no ano novo? o que eu quero pra 2011? eram mil coisas em pouco tempo, mas né, todo mundo sabe que eu sou meio louco e quero abraçar o mundo e fazer de tudo um pouco, mas ok, esse final de ano foi diferente, fiz as coisas que mais me agradaram mesmo!

Então, 2010 foi um ano cheio de altos e baixos…

Quando vi, 2011 chegou…E chegou com muitos fogos de artifícios, muita música, muitos abraços, risos e confesso, muita ardência também! Mas sabe quando o ano chega e tu sente que esse vai ser O ANO? Talvez eu acredite que realmente vai ser. É meu ultimo ano de faculdade, é meu ultimo ano em Porto Alegre, é um ano que eu vou realmente querer fazer tudo! Esse ano (depois que eu terminar de enlouquecer com a monografia) eu vou fazer valer a pena cada segundo de verdade, vou abraçar meus amigos, beijar na boca, dançar, beber até cair, rir, rir, rir, falar, falar, falar, e fazer os outros rirem de mim, e fazer desse ano, um ano inesquecível pra todo mundo!

Hoje, conto os dias pra ir embora daqui, mas não tenho tanta pressa assim(como foi em 2010), porque eu penso nos meus amigos, nas pessoas que eu amo, e como eu vou dar uma “sumida”, eu só sei que eu quero ta com eles sempre e sempre e fazer com que eles saibam que eu amo muito eles de verdade!

São tantos planos, são tantos sentimentos, é tanta coisa, que pra mim por enquanto nem é tão claro nem descrever aqui…A única coisa que eu desejo mesmo é que 2011 seja O ANO, e que seja perfeito pra todo mundo!

Volto outra hora, com outros pensamentos…

😉

 

Postado ao som de: Fabiane Fleck -  Falando sério

Os números de 2010


Os duendes das estatísticas do WordPress.com analisaram o desempenho deste blog em 2010 e apresentam-lhe aqui um resumo de alto nível da saúde do seu blog:

Healthy blog!

O Blog-Health-o-Meter™ indica: Uau.

Números apetitosos

Featured image

Um duende das estatísticas pintou esta imagem abstracta, com base nos seus dados.

Um Boeing 747-400 transporta 416 passageiros. Este blog foi visitado cerca de 1,300 vezes em 2010. Ou seja, cerca de 3 747s cheios.

 

In 2010, there were 26 new posts, not bad for the first year! Fez upload de 13 imagens, ocupando um total de 1mb. Isso equivale a cerca de uma imagem por mês.

The busiest day of the year was 15 de abril with 94 views. The most popular post that day was Querer, não querer, confusão….

De onde vieram?

Os sites que mais tráfego lhe enviaram em 2010 foram orkut.com.br, twitter.com, facebook.com, matheusttw.wordpress.com e enquantoosoutrosdormem.wordpress.com

Alguns visitantes vieram dos motores de busca, sobretudo por blog da fah, queres dormir quentinho, passo o dia me sentindo cansado, cansado de ir para faculdade e foi so um desabafo

Atracções em 2010

Estes são os artigos e páginas mais visitados em 2010.

1

Querer, não querer, confusão… abril, 2010
13 comentários

2

Quem é Fabian? abril, 2010

3

Amor, preconceito, escolhas… abril, 2010
8 comentários

4

Desejos, anseios… abril, 2010
9 comentários

5

Prayers For Bobby. julho, 2010
5 comentários e 1 “Like” no WordPress.com,

Quando?


Eu não queria que fosse mais uma postagem reclamando de alguma coisa, mas não consigo ser diferente. Acho que realmente ta na hora de ir embora. Hora de conhecer um novo lugar, de conhecer novos gostos, novos prazeres, novas histórias, novas pessoas…Sinto que as coisas não vão mudar aqui, vão ser sempre as mesmas coisas, e eu percebo isso diariamente.

To cansado de tentar fazer as coisas serem diferentes, to cansado de acordar e sentir falta de ter algo ou alguém pra pensar, cansado de tentar novos amores, cansado de me iludir, cansado de tudo. Cansado de ouvir as pessoas dizerem que querem as coisas e dias depois tu sentir que tu é um problema pra isso. A minha auto-estima vai lá embaixo com essas coisas. Por mais que isso já seja corriqueiro, é algo que me deixa triste. Canso de acreditar nas pessoas, nem no amor (por enquanto) eu acredito.

‘‘Se não for pra me fazer voar bem alto, por favor, não tire meus pés do chão’’ é a minha frase do momento, e talvez uma frase que eu leve pra vida toda, porque muitas vezes tirei o pé do chão, cai de cara, e tive que mais uma vez me levantar, mesmo que tudo nao quisesse que eu me ergue-se.

Ultimamente nem meus sonhos tem me ajudado a viver fora de uma realidade minha. É sempre sonhos com algo que já passou, pessoas que já fizeram parte da minha, e muitas vezes situações que nunca vão existir e que eu não quero que existam também.

Queria de novo fazer parte das canções de amor, e me sentir de verdade parte delas, mas parece que isso é impossível. Quando um dia, na vida, a gente sente parte das músicas, parece que existe uma razão enorme pra viver, é uma coisa tão boa tu escutar, prestar atenção nas letras e parecerem que elas foram feitas pra nós, e depois tu percebe que essa nao é mais a realidade, pra mim, posso dizer que dá uma dorzinho no peito.

Sinceramente, ás vezes me pergunto: Quando eu vou voar de novo e sentir sensações que eu nao conheço ainda?

Postado ao som de Chimarruts – Novo começo

 

Chimarruts –Novo começo

Mil desculpas eu peço
Por não saber
Dizer adeus direito
Bem que tentamos
Fizemos planos
Mas nossos ideais
Não são mais os mesmos
Talvez não fale de amor
Mas é algo que sinto aqui dentro
Feito flor
Que perde o perfume com tempo
Que esse fim
Não traga a dor
Pois é apenas
Um novo começo
Dois são um agora
Guarde as tardes de sol
No teu coração
Veja agora ando só
Sabe eu tô tentando descobrir
Tentando desatar os nós
Me livrar das amarras
Que fiz pra chegar aqui
Esqueça a dor
E leve o beijo
E o gosto da nossa história
E saiba que daqui por diante
O eterno contigo
Com tudo eu quero dividir
Eu quero dividir…

Nem eu entendo.


As vezes eu queria entender todos os meus pensamentos. Queria entender também porque eles mudam, porque muitas vezes o que eu penso ontem já não é o que eu penso amanhã, e o que eu penso depois de amanhã tenta ligar com o que eu nao pensei no outro dia, vocês entendem isso? Porque eu as vezes não quero mais entender.

Na realidade, acredito que minha mudanças de pensamentos, devem acontecer devido ao que eu sinto, ao que eu quero, e por ai vai…As vezes coloco coisas na cabeça, e dai quando vê to pensando que não era bem aquilo, era pra ter sido assim, e mil coisas…Acho que eu sei porque eu to assim…Tô assim porque eu gosto de coisas certas. Não gosto de ter certas dúvidas, gosto do SIM, nao gosto do ”vamos ver”, “não sei”…mas paciência.

As pessoas não pensam como eu e nunca vão pensar. Eu sou assim, cheio de loucuras, de intensidades e de quereres. Eu assusto, eu meto pressão, mas é porque quando EU quero, EU quero mesmo! Mesmo que esse seja sempre o meu maior defeito, sinto muito, porque isso já faz parte de mim, e sinceramente, nao quero mudar, ninguem é perfeito, e eu também nao quero ser. Prefiro te proporcionar momentos perfeitos, beijos perfeitos, pelavras pefeitas, do que ser perfeito. Ninguém é perfeito pra ninguém, e se fosse não teria a menor graça, precisamos sermos imperfeitos, brigarmos por motivos bobos, fecharmos a cara por certas coisas mesmo que o outro não entenda, diz sim, a outra pessoa dizer não, e tu criar uma discussãozinha por isso…e eu sou assim, cheio de imperfeições,  mas ao ”todo” tudo sempre vale a pena, inclusive eu.

Na real, to desabafando um pouco, porque eu ando meio tenso.

Vou voltar a trabalhar.

beijos pra todo mundo.

O sorriso dele.


Às vezes eu queria entender as coisas. Não queria entender tudo, mas boa parte dos meus pensamentos, boa parte dos pensamentos das outras pessoas, entre outras coisas mais.

Ontem percebi, entre olhares, olhares de procura, um olhar meio perdido, senti neles um pouco de dor, eu percebia que eu olhava pra isso e me doía também. Eu queria muito poder fazer alguma coisa, fazer coisas desaparecerem, outras acontecerem, mas simplesmente fiquei ali parado no mesmo lugar, sem fazer nada, apenas olhando.

Eu queria entender porque toda vez que ele sorria meu coração sorria também, queria entender porque eu me perdia no sorriso dele, e queria que ele se perdesse no meu algumas vezes. Mas ele não me olhava, não me cuidava, às vezes me senti um pouco invisível ou não percebi que algumas vezes ele me olhou.  Meu coração me dizendo coisas, minha vontade de abraçar, de beijar, eram pensamentos constantes, desejos constantes, mas nada aconteceu também.

Sabe quando tu sabe que poderia fazer alguém realmente feliz? Que tu faria essa pessoa ter sorrisos todos os dias de manhã quando acordar, que tu sentiria que tu pode ser o complemento que faltava na vida dela…pois é, eu penso que eu poderia fazer e ser isso. Mas é uma pena que as coisas não sejam tão fáceis. Que as coisas não são como eu quero que sejam. Mas se a gente planta coisas boas, uma hora ou outra colhemos frutos bons, e eu sei que ele sabe disso, ele sabe que ele poderia participar da minha colheita, fazendo ela uma colheita nossa, e ambos colhendo coisas boas, mas eu não mando no coração dele, e não posso obrigar ele a nada, talvez pedir pra tentar ou algo do gênero… Sei lá, às vezes tudo é uma incógnita.

O que me resta é ficar assim, me perdendo entre um sorriso e outro, mas o sorriso dele, porque é o dele que me encanta e me faz meus pensamentos viajarem.

 

Postando ao som de: Ana Carolina e Maria Gadú – Mais que a mim.

Sem inspiração para um título.


Sabe quando tu fica triste do nada?

Pois é, fiquei assim.

 

Fiquei aqui pensando mil motivos pra isso, e realmente pensei em motivos que seriam possiveis, e percebi que eles existem..

Também pensei que eu nao tenho mais motivação pra fazer ou deixar as coisas acontecerem..algumas coisas já se tornaram automáticas, como por exemplo, ir pra aula, fazer o que tem que fazer, digamos que na obrigação de ser feita e ir pra casa sem a vontade de ter ido pra lá, ou posso dar outro exemplo, ir pra festa, pensar porque ta ali, nao saber a resposta, tentar dançar e nao sentir vontade, ir pro bar comprar alguma bebida alcoolica pra vê se assim pelo menos tu te diverte, porque o alcool ajuda isso na maioria das vezes, e ok, tu volta pra casa com a sensação de que nao deveria ter saido ou gastado dinheiro com algo que realmente nao te deu ou dá prazer. Acredito que eu to assim, nessa rotina chata, sem nenhuma graça. Ok, semana que vem minha rotina vai ser alterada, vou começar a trabalhar, e espero eu que meu trabalho também nao se torne rotineiro e que eu tenha realmente vontade de trabalhar e sentir o prazer de ganhar R$ por ter feito algo legal.

 

É nessas vezes que eu queria nao estar mais em Porto Alegre. Queria ta no lugar que eu queria tá, ou seja, na Espanha. Porque lá seria uma descoberta diária, uma sensação diferente, conhecer pessoas diferentes, lugares diferentes, entre mil e uma coisas. Mas não, eu to aqui, onde as coisas não mudam, tudo é sempre igual, sempre mesma festa, mesmas pessoas, mesmas músicas, mesmo tudo! Isso cansa, e cansa muito.

 

Dai percebo que também falta aquele alguem especial que faz o coração bater mais forte, esperar um toque ou uma msg no celular..Aquela sensação de acordar e ter um motivo extra pra abrir um sorriso e acordar bem, mesmo que o dia seja cinzento e chuvoso, mas mesmo assim, acordar sorrindo. Sinto falta disso pra mim. As vezes eu sinto que eu sou total ”oco” por dentro, que eu nao tenho mais coração, que as pessoas nao me encantam mais, é complicado isso.

 

Dai tu faz que nem eu..Sabe que tem que acordar as 06:!5, pensa nesse monte de coisa, sabe que tem que ir pra aula, que tu nao vai receber msg desse alguem especial, de que tu sair e voltar pra casa com a sensação de nada ta dando certo, nada é interessante, que nao vai acordar sorrindo…Pelo menos escrever aqui ameniza um pouco essa sensação ruim que eu to sentindo..

 

e a unica coisa que mudeu aqui e agora, foi que eu sempre escrevo os textos ouvindo alguma musica, e hj, eu nao escutei nada. ;T

 

beijos

 

Apenas mais um desabafo.


Começo meu texto pensando: Porque eu não tenho um notebook à prova  d’água, porque sempre que eu to tomando banho me passa mil possíveis textos pra escrever, mil coisas a debater, e dai quando eu saio, meus pensamentos já não são mais os mesmo, na real, eu tento ficar pensando neles, mas dai já são outros 500 e a inspiração não é mais a mesma.

Hoje, apesar de o meu dia ter sido um saco, pelo menos pensei em mil coisas, saudades de algumas, desejos também, senti vontade de voltar ao passado, dar valor a algumas coisas e pessoas, mas isso tudo fica na cabeça, não sai disso, e é um saco. Fiquei a manhã inteira fazendo um trabalho que eu não estava mais com vontade de fazer, sai da aula com a sensação de que eu nem deveria ter ido, dai sai da faculdade, todos os meus pensamentos voltam, meus pensamentos, e fico eu, dentro do ônibus ouvindo minhas músicas e pensando que por instantes eu queria fazer parte daquelas letras. Já perceberam que a maioria das musicas falam de amor ou estão de alguma forma ligada a ele?  E aí eu acabo com meus pensamentos só nele, só no amor.

Amor? Às vezes eu me pergunto o que é o tal do amor? Porque já faz tanto tempo que eu não o sinto que eu acabei esquecendo como é sentir aquela adrenalina a mais, sentir o coração batendo acelerado, ficar esperando aquela ligação ou mensagem, ouvir a voz, ficar encantado, criar fantasias, criar planos, fazer a mente viajar em milhares de coisa, e sempre de alguma forma colocar junto à pessoa pela qual sentimos esse tal de amor. É ruim não sentir mais isso, um dia eu fui todo amor, tinha amor, senti amor, e hoje? Hoje me sinto um tremendo saco vazio, e por mais que eu queira que apareça um amor de verdade, sinto como se isso não fosse mais acontecer.

Às vezes eu sinto que eu tive o mundo nas minhas mãos, que existia pessoas ou pessoa que era capaz de me dar o mundo e me fazer a pessoa mais feliz do mundo, mas eu consigo sentir que eu já perdi essa chance (não que eu descarte de ter outras chances), mas são coisas que quando a gente para pra pensar, a gente acaba percebendo o quão “cegos” nós somos algumas vezes na vida, mas ok, bola pra frente. Eu ainda acredito que as coisas sempre tem algum por que para acontecer, e nunca me esqueço, o mundo da voltas. Só pra deixar bem claro, isso não tem nada relacionado com o meu ex-namoro, porque se fosse sobre ele o texto seria bem diferente, não ruim nem nada, apenas diferente.

Sei lá, sei que eu preferiria tá aqui falando de outra coisa, falando de coisas boas, de como minha vida tá ótima, mas não é a realidade, não que eu não esteja feliz, mas não sou feliz o tempo todo, inclusive com a faculdade, que eu não aguento mais e percebo que a maioria das disciplinas que eu tô fazendo poderiam ser tiradas do curso, afinal, fazer publicidade e ter 2 cadeiras de criação e mais ou menos 6 de pesquisa, mostra que realmente tem algo errado, não concordam? E eu odeio pesquisa, O D E I O!

 

Bom, isso foi só um desabafo mesmo.

Beijos pra todos!

;@