Arquivo mensal: dezembro 2012

Então é natal…e algo mais!


Então é natal…

Sinceramente, não acredito muito nessa coisa de natal e não é algo que muda meu final de ano. E isso não é de agora, sempre pensei isso, mas tudo bem ganhar um presente, uns abraços, é algo sempre bom. Mas esse ano foi diferente de todos que eu já passei. Passei com pessoas que eu não via a muitos anos, mas que são parte da família. Foi bom, foi divertido, foi cheio de risadas.

Mas nada se compara com a minha felicidade de receber mensagens, sendo uma delas perguntando meu endereço e depois seguido de um ”tou indo aí”. Abri um mega sorriso e na hora subiu toda uma felicidade que tava contida, já que eu não sabia quando eu ia encontrar com ele de novo. Mas o destino foi bom e quando vi recebo ”cheguei” e na hora eu não tinha como não me sentir feliz. O cheiro dele me faz sentir algo inexplicável (inclusive o perfume ta na minha camiseta e eu consigo fechar meu olhos e imaginar ele envolvido em meus braços).

Sabe quando tu abraça alguém e tu quer que essa pessoa seja sempre a pessoa que tu quer abraçar?
Sabe quando tu olha pra alguém e se sente feliz da pessoa estar ali na tua frente?

Sabe quando alguém segura tua mão, os dedos se entrelaçam, mostrando de certa forma uma união?

Eu podia continuar com essas frases, mas eu não consigo explicar a sensação que tudo isso transborda em mim.

Obrigado por atravessar a cidade pra me ver, obrigado pelo beijo, pelo abraço, pelo teu cheiro na minha camiseta, e obrigado por ter feito mais uma noite minha valer de verdade.

Só sei que isso tá tão bom (ênfase no tão bom)!

E pra terminar a noite:

“Vem ser feliz comigo!

É o que estamos fazendo, não?

Sim…”

♪ Baby all you have to do is hold me
And to know and to see just how sweet it can be
If you trust me love me let me baby maybe ♪
Anúncios

Especial.


Ao som de Kelly Clarkson – Maybe  começo esse texto…

Porque essa música hoje me faz lembrar de alguém e de como é se sentir especial, mesmo que por alguns momentos.
Na realidade essa música tem mais lembranças e descobertas, mas nao é a questão do que eu quero escrever hoje.

Hoje eu só quero mesmo é falar sobre se sentir especial e de quebra como ”ver estrelas”.
Sabe quando tu já não sabe mais como é sentir alguma coisa, como é sentir um abraço bem dado, um beijo com prazer,
um sorriso de felicidade, sabe quando tu ja nao sabe mais sentir essas coisas, eis que aparece alguem e por instantes
te faz perceber tudo aquilo que tu deixou de sentir um dia, seja por qualquer razão, faz você ganhar o dia.

Eu me considero muito feliz, de poder ter me sentido especial, de verdade. E na boa, nao tenho nenhum pouco de vergonha
de falar que eu me senti especial, mesmo que tenha sido por uma pessoa que eu conheci a minutos atrás.

Mas me faz sorrir lembrar da voz me dizendo que eu tinha um sorriso bonito.
Me faz sorrir lembrar de quando a gente se abraçava apertado eu tinha vontade de nao soltar mais, sem falar que o beijo era bom demais, o toque das mãos faziam toda diferença na hora, cada hora de um jeito e assim uma nova sensação.
Me faz sorrir também quando eu lembro da frase: hoje tu é só meu. Sabe quantas vezes eu ja quis ouvir isso e como de
costume acabei nao ouvindo nada. E lembro que na hora eu me senti feliz e mais uma vez especial, pq eu queria estar ali
e a pessoa queria que eu estivesse ali com ela. E eu sei que na hora eu pensei a mesma coisa, porque eu sabia que
eu queria que essa pessoa fosse minha também.

Sabe quando tu conhece alguém e a pessoa te toca do jeito que tu sempre esperou? Foi o que aconteceu. Um sorriso lindo me conquistava a todo o momento, e confesso que me senti um adolescente apaixonado. E como foi bom.

Me senti tão bem aquela noite, que ja tinha valido por um ano todo, isso só porque soube me fazer sentir especial.
E eu todo momento quis que soubesse que era a mesma coisa que eu queria, fazer se sentir especial e unico. Espero que
eu tenha conseguido fazer brotar sorrisos de felicidade e também se fazer sentir especial.

Por mim voltava varias vezes aquela noite. É bom se sentir vivo. É bom saber que tu pode fazer alguem se interessar por ti.

Ok, eu sei que eu pareço um infantil ou pareço um bobo apaixonado, mas é a forma que eu tenho de mostrar como eu me senti. E de boa, quero tudo de novo. Porque é realmente muito bom quando alguem te faz sentir assim.

E o melhor de tudo é fechar os olhos e conseguir sentir o cheiro dele.