Arquivo mensal: novembro 2010

O sorriso dele.


Às vezes eu queria entender as coisas. Não queria entender tudo, mas boa parte dos meus pensamentos, boa parte dos pensamentos das outras pessoas, entre outras coisas mais.

Ontem percebi, entre olhares, olhares de procura, um olhar meio perdido, senti neles um pouco de dor, eu percebia que eu olhava pra isso e me doía também. Eu queria muito poder fazer alguma coisa, fazer coisas desaparecerem, outras acontecerem, mas simplesmente fiquei ali parado no mesmo lugar, sem fazer nada, apenas olhando.

Eu queria entender porque toda vez que ele sorria meu coração sorria também, queria entender porque eu me perdia no sorriso dele, e queria que ele se perdesse no meu algumas vezes. Mas ele não me olhava, não me cuidava, às vezes me senti um pouco invisível ou não percebi que algumas vezes ele me olhou.  Meu coração me dizendo coisas, minha vontade de abraçar, de beijar, eram pensamentos constantes, desejos constantes, mas nada aconteceu também.

Sabe quando tu sabe que poderia fazer alguém realmente feliz? Que tu faria essa pessoa ter sorrisos todos os dias de manhã quando acordar, que tu sentiria que tu pode ser o complemento que faltava na vida dela…pois é, eu penso que eu poderia fazer e ser isso. Mas é uma pena que as coisas não sejam tão fáceis. Que as coisas não são como eu quero que sejam. Mas se a gente planta coisas boas, uma hora ou outra colhemos frutos bons, e eu sei que ele sabe disso, ele sabe que ele poderia participar da minha colheita, fazendo ela uma colheita nossa, e ambos colhendo coisas boas, mas eu não mando no coração dele, e não posso obrigar ele a nada, talvez pedir pra tentar ou algo do gênero… Sei lá, às vezes tudo é uma incógnita.

O que me resta é ficar assim, me perdendo entre um sorriso e outro, mas o sorriso dele, porque é o dele que me encanta e me faz meus pensamentos viajarem.

 

Postando ao som de: Ana Carolina e Maria Gadú – Mais que a mim.

Anúncios

Sem inspiração para um título.


Sabe quando tu fica triste do nada?

Pois é, fiquei assim.

 

Fiquei aqui pensando mil motivos pra isso, e realmente pensei em motivos que seriam possiveis, e percebi que eles existem..

Também pensei que eu nao tenho mais motivação pra fazer ou deixar as coisas acontecerem..algumas coisas já se tornaram automáticas, como por exemplo, ir pra aula, fazer o que tem que fazer, digamos que na obrigação de ser feita e ir pra casa sem a vontade de ter ido pra lá, ou posso dar outro exemplo, ir pra festa, pensar porque ta ali, nao saber a resposta, tentar dançar e nao sentir vontade, ir pro bar comprar alguma bebida alcoolica pra vê se assim pelo menos tu te diverte, porque o alcool ajuda isso na maioria das vezes, e ok, tu volta pra casa com a sensação de que nao deveria ter saido ou gastado dinheiro com algo que realmente nao te deu ou dá prazer. Acredito que eu to assim, nessa rotina chata, sem nenhuma graça. Ok, semana que vem minha rotina vai ser alterada, vou começar a trabalhar, e espero eu que meu trabalho também nao se torne rotineiro e que eu tenha realmente vontade de trabalhar e sentir o prazer de ganhar R$ por ter feito algo legal.

 

É nessas vezes que eu queria nao estar mais em Porto Alegre. Queria ta no lugar que eu queria tá, ou seja, na Espanha. Porque lá seria uma descoberta diária, uma sensação diferente, conhecer pessoas diferentes, lugares diferentes, entre mil e uma coisas. Mas não, eu to aqui, onde as coisas não mudam, tudo é sempre igual, sempre mesma festa, mesmas pessoas, mesmas músicas, mesmo tudo! Isso cansa, e cansa muito.

 

Dai percebo que também falta aquele alguem especial que faz o coração bater mais forte, esperar um toque ou uma msg no celular..Aquela sensação de acordar e ter um motivo extra pra abrir um sorriso e acordar bem, mesmo que o dia seja cinzento e chuvoso, mas mesmo assim, acordar sorrindo. Sinto falta disso pra mim. As vezes eu sinto que eu sou total ”oco” por dentro, que eu nao tenho mais coração, que as pessoas nao me encantam mais, é complicado isso.

 

Dai tu faz que nem eu..Sabe que tem que acordar as 06:!5, pensa nesse monte de coisa, sabe que tem que ir pra aula, que tu nao vai receber msg desse alguem especial, de que tu sair e voltar pra casa com a sensação de nada ta dando certo, nada é interessante, que nao vai acordar sorrindo…Pelo menos escrever aqui ameniza um pouco essa sensação ruim que eu to sentindo..

 

e a unica coisa que mudeu aqui e agora, foi que eu sempre escrevo os textos ouvindo alguma musica, e hj, eu nao escutei nada. ;T

 

beijos