Arquivo mensal: julho 2010

Prayers For Bobby.


Acabei de assistir um filme e acabei me sentindo inspirado a vir aqui a escrever. Escrever sobre amor, sobre ignorancia, sobre a fé cega das pessoas, em como as pessoas simplesmente levam tudo ao pé da letra, e em como uma visao diferente de tudo, pode mudar as coisas.
As vezes me sinto triste por saber que as pessoas “nao sao” livres para serem quem elas realmente querem ser, ou melhor, serem o que realmente são. Ninguem escolhe cor, opção sexual, e inumeros fatores, simplesmente são e ponto final. Mas o que mais me dói é saber que tudo isso é pura ignorância das pessoas, de varios pais, por pura falta de  conhecimento ou por simplesmente acharem que seus filhos são doentes e coisas do tipo por serem gays e lésbicas…Dai eu me pergunto: O que é mais importante do que isso? Nao seria o amor? Bom pra mim, todas as formas de amor deveriam ser aceitas e praticadas. Afinal, ninguem é obrigado a amar alguem, simplesmente acontece e sejam felizes. Eu sei que pra muitos pais é realmente dificil aceitar, mas nao bastaria simplesmente deixar seus filhos abrirem seus corações e ouvirem com atenção cada palavra dita, sem questionarem, somente ouvir e refletir depois. Acredito que esse seja um dos maiores erros dos pais de filhos homossexuais, o nao ouvir o filho, o nao entende-lo, só o faz se sentir cada vez mais afastado da própria familia, o que é errado. É errado os pais afastarem um filho por eles serem “diferentes”. Afinal, tu sempre ouve eles dizerem eu amo meu filho independente de qualquer coisas, independente do que ele for, no fundo a gente sabe que isso é verdade, mas basta tu se admitir “diferente” que a visão deles sobre você, muda. Sei por experiencia própria, na minha casa eles diziam que isso era doença, que eles iam me tratar, e chegaram a dizer que se fosse possivel, eu seria tratado a base de remédios, agora eu penso: Imagina se eles fossem religiosos também? Eles poderiam desejar fazer coisas piores ainda. A melhor solução é nos abraçar, nos ajudar, estar junto, conversar, e nao tentar arranjar um solução pra algo que nao tem solução, as pessoas são e pronto.
Confesso que por isso muitas vezes eu sinto um nojo quando isso é levado a religiao, bom, eu realmente nao acredito em nada, mas muitas das pessoas acreditam e levam isso como vida, que tudo que foi escrito realmente é verdade, e isso me da uma raiva tremenda, porque são coisas escritas a tanto tempo e as pessoas nao se tocam disso, quando a tal biblia foi escrita era uma época totalmente nada a ver com a que vivemos hoje, e se pararmos para pensar até mesmo as igrejas estão mudando, lentamente mas estão. E porque as pessoas nao percebem isso? Ver alguem falando de homossexualidade e religião no mesmo assunto, no mesmo contexto, me faz querer ir argumentar e tentar mostrar que é totalmente diferente. Porque como a biblia diz, nao exatamente da forma que eu vou escrever, mas “Deus” criou todas as coisas no mundo, a natureza, as pessoas, logo, se  foi ele também que criou os homossexuais, porque a igreja condenaria isso? Não devemos amar uns aos outros acimas de todas as coisas? As palavras não são minhas, sao “Dele”, e cade essa realidade? Não existe. A fé cega, ou melhor muitos tem a fé cega, seguem claramente o que está nela e é isso que importa. A propria Fé que muitos acham que ajudam, machucam também. Eu particularmente acho que  fé quando levada a risca, nao faz tu viver no mundo real. As coisas mudaram e mudaram muito. Eu nao estou dizendo que as pessoas nao podem ter fé, elas podem, mas a fé é pra ser saudavel, e nao algumas coisas grotescas que vemos diariamente por ai.
Será que as pessoas precisam perder as pessoas para acordarem pra vida? Será que cada pessoa não pode ser vista e aceita do jeito que ela é? O pior de tudo é que eu me pergunto essas coisas, e sei que nao tem resposta concreta para isso. Afinal, muitos vivem esse medo diariamente por serem diferentes, por nao poderem ser quem são, culpa de quem? Eu particularmente chamo isso de Ignorância. As pessoas, num contexto grande ainda, são ignorantes e acham que são os donos da razão, e que se não é aquilo, nao é o certo. Os errados que se corrijam, acredito que é assim que eles pensam.
Sei que nao é a coisa mais facil do mundo aceitar as pessoas como elas são. O mundo precisa mudar pra que isso aconteça. Eu não posso mudar o mundo, nao que eu nao queira, mas sei que isso nao seria possivel, mas basta as pessoas terem mais conhecimento, menos ignorância, mais com compaixão. Isso, as pessoas tem que ter mais compaixão. Mais o que eu quero dizer com compaixão? digo que o ter compaixão, no entanto, significa colocar-se incondicionalmente ao lado do outro, sem qualquer tipo de julgamento quanto à situação que ele está vivenciando, sem nenhum outro sentimento que não seja o de propiciar alívio à situação na qual aquele ser se encontra.
Eu só acredito que nós somos capazes de amar quem quisermos amar. Se eu quiser amar um homem, que eu o ame! Se eu quiser amar uma mulher, que eu a ame! Independente do sexo o amor é que move o mundo, é ele que te faz despertar todos os dias com vontade de viver, porque com amor, tu tem junto outros mil sentimentos bons, que te ajudaram ou te proporcionaram um dia melhor e mais colorido. Afinal, a vida é pra ser vivida da maneira mais intensa  e colorida possivel, e que ela seja vivida da forma que NÓS escolhemos.
Pra terminar, li uma frase que eu acho importante colocar aqui: NENHUM SER HUMANO PODE ENCONTRAR A FELICIDADE ENQUANTO A SEU LADO EXISTIR O SOFRIMENTO DE OUTROS SERES !
Fim.
Queria poder escrever muito mais, mas acho que isso ja ta suficiente para passar uma idéia do que eu acho, penso, desejo e quero, pra mim, pros meus amigos e pro mundo.
Escrevi esse post ao som de uma das musicas do filme Prayer For Bobby.
Leona Lewis – Here I Am
Anúncios

Não morri, tô vivo ainda :p


Eu sei que faz muito tempo que eu não posto aqui, e muitos já devem ter pensando que eu abandonei, mas isso não é verdade, eu só perdi um pouco a vontade de escrever, não que eu tenha deixado de gostar de escrever, mas não andava muito inspirado, e deixei um pouco meu blog offline.

Mas ja que eu to escrevendo, ontem voltei a ser amigo de uma pessoa que sempre foi muito especial pra mim, desde do primeiro dia que eu conheci ele, eu tinha um jeito de pensar, ele outro, e acabou que nossa amizade não existia mais, confesso que faltava dialogo, explicações, bastava a gente parar e se entender, que eu poderia ver se valia a pena eu tentar voltar com essa amizade, e sabe, deu certo, a amizade não é mais a mesma, mas é uma nova amizade, começando de novo, criando de novo a confiança, porque eu tô disposto e ele também, e sério, isso foi bom demais pra mim, porque me dava uma dor no peito não falar com ele, mesmo que ele não soubesse disso. Bom, agora ele sabe haha!

Loirin, gosto demais de ti viu? mesmo mesmo!

Sabe, eu to me sentindo tão tranqüilo ultimamente, que eu to até me estranhando, haha.  A unica coisa que tá me faltando é dinheiro, mas isso com o tempo, e uns programas não resolvam haha.  Bom, a parte do programa é mentira né gente. E eu to dando graças a deus que eu estou de férias, porque tá MUITO FRIO (dêem enfâse no MUITO FRIO) e imagina acordar as 6 da manhã (sendo que nesse exato momento que eu escrevo aqui está exatamente 8º graus(Y)) e nem com a  estufa ligada ta quente aqui.

To cada dia mais viciado na banda REIK (reik pra vida!!!) !

Bom, to feliz, to namorando com o gordin, to tranquilo

e vamo que vamo, pra ve no que dá essa minha vida!